»


mário de sá carneiro Mário de Sá-Carneiro (Lisboa, 19 de Maio de 1890 — Paris, 26 de Abril de 1916) foi um poeta, contista e ficcionista português, um dos grandes expoentes do modernismo em Portugal e um dos mais reputados membros da Geração d’Orpheu


favoritar
<font size=+0.1 >Beijos: monólogo</font>
Beijos: monólogo
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Dispersão: 12 poesias, Lisboa, 1914
Dispersão: 12 poesias, Lisboa, 1914
Mário De Sá Carneiro
favoritar
O teatro-arte: apontamentos para uma crónica
O teatro-arte: apontamentos para uma crónica
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Dispersão: doze poesias por Mário de Sá Carneiro, Coimbra, ...
Dispersão: doze poesias por Mário de Sá Carneiro, Coimbra, ...
Mário De Sá Carneiro
favoritar
A confissão de Lúcio, Lisboa, 1986
A confissão de Lúcio, Lisboa, 1986
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Versos p</font>
Versos p
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Poesias, Lisboa,, 1906-1908
Poesias, Lisboa,, 1906-1908
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Alem, Paris,, 1913</font>
Alem, Paris,, 1913
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Asas: novela, Camarate,, 1914 out. 3
Asas: novela, Camarate,, 1914 out. 3
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Gentil amor, Paris,, 1913 fev. 10
Gentil amor, Paris,, 1913 fev. 10
Mário De Sá Carneiro
favoritar
A grande sombra: novela, Lisboa,, 1914 abr. 1 - set. 29
A grande sombra: novela, Lisboa,, 1914 abr. 1 - set. 29
Mário De Sá Carneiro
favoritar
O homem dos sonhos, Paris,, 1913 mar.
O homem dos sonhos, Paris,, 1913 mar.
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Livro de trapalhadas, Lisboa,, 1905
Livro de trapalhadas, Lisboa,, 1905
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Céu em fogo: oito novelas, Lisboa, 1915
Céu em fogo: oito novelas, Lisboa, 1915
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Poemas de Paris</font>
Poemas de Paris
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Orpheu 1 </font>
Orpheu 1
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >A mendiga</font>
A mendiga
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Página dum suicida</font>
Página dum suicida
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Recordar é viver</font>
Recordar é viver
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Maria Augusta: conto original
Maria Augusta: conto original
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >O fixador de instantes</font>
O fixador de instantes
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >O homem dos sonhos</font>
O homem dos sonhos
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Mistério</font>
Mistério
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Além: de Petrus Ivanovitch Zagoriansky (fragmento)
Além: de Petrus Ivanovitch Zagoriansky (fragmento)
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Zagoriansky, Porto, 1952</font>
Zagoriansky, Porto, 1952
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Para os "Indicios de oiro": poemas
Para os "Indicios de oiro": poemas
Mário De Sá Carneiro
favoritar
<font size=+0.1 >Poemas sem suporte</font>
Poemas sem suporte
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Princípio: novelas originais, Lisboa, 1912
Princípio: novelas originais, Lisboa, 1912
Mário De Sá Carneiro
favoritar
A confissão de Lucio: narrativa, Lisboa, 1914
A confissão de Lucio: narrativa, Lisboa, 1914
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Indícios de oiro, Porto, 1937
Indícios de oiro, Porto, 1937
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Correspondência inédita de Mário de Sá-Carneiro a Fernando ...
Correspondência inédita de Mário de Sá-Carneiro a Fernando ...
Mário De Sá Carneiro
favoritar
Paris e a guerra: a "Restauração" entrevista o escriptor M ...
Paris e a guerra: a "Restauração" entrevista o escriptor M ...
Mário De Sá Carneiro